Destaques
Número de consumidores inadimplentes cai 0,9% em 2016

Número de consumidores inadimplentes cai 0,9% em 2016

Já o número de empresas devedoras cresceu 5,01% no último ano

Segundo dados nacionais da Boa Vista SCPC, divulgados pela Associação Comercial do Paraná (ACP), o número de consumidores inadimplentes teve queda de 0,9% em 2016. Na avaliação mensal houve retração de 7,6% do indicador quando comparado o resultado de dezembro contra novembro. Já na avaliação contra o mesmo mês do ano anterior, dezembro caiu 5,7%.

Segundo a ACP as adversidades ocorridas na economia ao longo dos últimos dois anos geraram uma mudança de comportamento das famílias, inibindo o consumo e, consequentemente, contribuindo para a retração do fluxo de inadimplência.

Se por um lado os consumidores estão mais cautelosos, as empresas seguem em via contrária. Isso porque o número de empresas inadimplentes segue crescendo. De acordo com o indicador calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), a alta foi de 5,01% na comparação anual, mas teve a menor variação em um ano.

Para o presidente da CNDL, Honório Pinheiro, o cenário de negativação das empresas está desacelerando mesmo em um ambiente de crise econômica. “O movimento da inadimplência sofre a influência de dois vetores principais que atuam em direção oposta: o primeiro é redução da capacidade de pagamento das empresas, que tende a elevar o número de contas pendentes; o segundo é a restrição do crédito, que, ao reduzir o estoque de dívidas, limita também o crescimento da inadimplência”, explica.

Em termos de participação no total de dívidas o setor de serviço é o que mais se destaca, com um total de 68,53% das dívidas, seguido pelo comércio e a indústria, com 17,62% e 12,31% respectivamente.