Destaques
Boqueirão recebe Festival da Cerveja

Boqueirão recebe Festival da Cerveja

Curitiba é maior produtora do Brasil deste tipo de produto com cerca de 400 mil litros mensais

A Rua da Cidadania do Carmo, na Regional Boqueirão, ficou lotada durante o Festival Curitibano de Cerveja Artesanal, que reuniu 19 cervejarias artesanais de Curitiba e região. O evento teve música, comida, palestras e apresentação de grupos folclóricos.

O prefeito Rafael Greca brindou com os mestres cervejeiros o crescimento do mercado de cervejas artesanais, que faz de Curitiba um grande polo cervejeiro. “A ideia do Festival é incentivar a produção de cerveja artesanal, uma tradição europeia curitibana, que vem crescendo e gerando emprego e renda”, disse o prefeito. Curitiba é considerada a capital nacional da cerveja artesanal e a maior produtora do Brasil, com cerca de 400 mil litros mensais, segundo informações da Associação das Microcervejarias do Paraná (Procerva).

Curitiba e região têm 33 cervejarias artesanais, oito delas estão localizadas na Regional Boqueirão. O administrador da Regional, Ricardo Dias, considera o festival uma celebração do potencial turístico que a região ganhou graças à produção de cerveja artesanal. “O objetivo é fazer com que a indústria cervejeira seja evidenciada e o turismo estimulado. Nós da Regional Boqueirão temos orgulho de sediar um grande polo cervejeiro, com oito cervejarias, sendo duas delas as maiores da cidade”, comentou Ricardo.

Para o mestre cervejeiro Irapuã Fonseca, produtor da cerveja Ovelha, o destaque do Festival é a oportunidade de o público conhecer a característica da cerveja artesanal. “Normalmente são insumos importados que vêm da Alemanha, da Bélgica, da Nova Zelândia, da Austrália. O consumidor gosta do que está tomando, mas não sabe o que está tomando e este tipo de evento nos permite dar essa explicação ao público”, avalia Irapuã.

Além de degustar os diversos rótulos apresentados pelas cervejarias, quem foi ao Festival Curitibano de Cerveja Artesanal pode curtir a apresentação de bandas locais e acompanhar uma exposição de brasagem, o processo final da produção da cerveja caseira.

O Festival também teve a aprovação do mestre cervejeiro Eduardo Wamser, produtor da cerveja Wanser. “É uma oportunidade de mostrar a nossa marca, o nosso produto, de forma coletiva, com várias cervejarias participantes. É o primeiro passo e demonstra que a Prefeitura de Curitiba está olhando para a gente, que é um mercado que tem significado para a cultura e a economia local”, comemora.

Capital da cerveja artesanal

O Instituto Municipal de Turismo lançou neste ano o programa CuritiBéra, que tem o objetivo de impulsionar a vocação curitibana como centro produtor de cervejas artesanais.

O programa prevê diversas ações de fomento ao setor, como capacitações e apoio a eventos. Também foi criado um Mapa Cervejeiro de Curitiba e Região Metropolitana. O mapa elenca 33 empresas que estão aptas a receber visitantes e indica os pacotes turísticos existentes, mesclados com visitas às cervejarias. O material também sugere endereços de bares e restaurantes que servem bebidas locais.

O Festival Curitibano de Cerveja Artesanal foi organizado pela Regional Boqueirão em parceria com o Instituto Municipal de Turismo de Curitiba, Procerva e Acerva Paranaense.

As cervejarias participantes foram: Bodebrown, BierHoff, Bier Herr, Swamp, Insana, Ovelha, Ol Beer, Caravana, Maniacs, Way Beer, Numb/Gobe, Vosgerau, Morada, Klein, F#%*ing Beer, Tormenta, Pagan, Gauden, DUM.

Veja mais algumas fotos do evento: