Defesa Civil diz que 23 mil já foram atingidos por temporal

Vendaval, chuva forte e granizo atingiram Curitiba e os municípios de Araucária, Rio Branco do Sul, Colombo, Contenda, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, São José dos Pinhais, todos na região metropolitana, além de Antonina, Guarapuava e União da Vitória.

Vendaval, chuva forte e granizo atingiram Curitiba e os municípios de Araucária, Rio Branco do Sul, Colombo, Contenda, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, São José dos Pinhais, todos na região metropolitana, além de Antonina, Guarapuava e União da Vitória.

O número de pessoas afetadas pelo temporal de quinta-feira (30) subiu para 23.012, de acordo com o novo boletim da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, atualizado às 14h02 desta sexta-feira (31). 4.184 casas foram danificadas, com 120 desalojamentos. Desse total, 58 pessoas permanecem desabrigadas. Em Guarapuava, uma criança de oito meses morreu devido ao desmoronamento de um muro.

Vendaval, chuva forte e granizo atingiram Curitiba, a região metropolitana da capital, além de Guarapuava, Prudentópolis e União da Vitória. Ao todo 28 municípios foram atingidor em maior ou menor escalas.

O Simepar informou que nesta quinta-feira Curitiba registrou 11 milímetros de chuva em 15 minutos e rajadas de 79 km/h; Guarapuava, 30 mm em 15 minutos; Ponta Grossa, 28 mm em 45 minutos e rajadas de 64 km/h. Nas cidades vizinhas à capital paranaense, o município mais atingido foi Rio Branco do Sul, onde a forte queda de granizo danificou 500 residências, afetando 2 mil pessoas. Em Pinhais, 400 residências sofreram danos, afetando 1.600 pessoas.

Em Curitiba, foram mobilizados 100 profissionais da Defesa Civil, Guarda Municipal, Secretaria do Meio Ambiente, das Administrações Regionais, da FAS, Educação e Saúde para atender as ocorrências.

Confira AQUI os locais para doações às famílias afetadas.

A chuva continua durante toda a sexta-feira, com possibilidade de temporais, se estendendo para o fim de semana, com um sábado (1º) bastante chuvoso e pancadas mais moderadas no domingo.

A previsão do Simepar é que o acumulado de instabilidade nesta sexta chegue aos 58,8 milímetros. “A previsão é de temporais na Região Metropolitana de Curitiba e na metade Sul do Paraná”, informa a meteriologista Ana Beatriz Porto.

ENERGIA – No total, foram afetadas alternadamente 90.449 unidades consumidoras de energia no Paraná. As regiões mais afetadas em Curitiba foram os bairros Portão, Fazendinha, Santa Quitéria, Novo Mundo, Bom Retiro, Cabral, Boa Vista, Hauer, Batel e centro.

Na região metropolitana, a situação é a seguinte: São José dos Pinhais: 329 unidades sem energia, Piraquara: 1.732 unidades sem energia, Quatro Barras: apenas cinco unidades consumidoras sem energia.