Ouro para o Boqueirão

Ouro para o Boqueirão

Atletas que treinam no Parque Náutico são destaque nos Jogos Paradesportivos do Paraná

A oitava edição dos Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná (Parajaps), em Londrina, atraiu 1.132 atletas paranaenses e 500 membros organizadores, árbitros e dirigentes. O evento teve recorde de cidades inscritas, totalizando 50 municípios representados. Às 17 modalidades disputadas foram: atletismo, basquetebol em cadeira de rodas, bocha adaptada, futsal – deficiência intelectual, goalball, golf 7, handebol em cadeira de rodas, handebol – deficiência intelectual, natação, parabadminton, paracanoagem, paraciclismo, parataekwondo, rugby em cadeira de rodas, tênis de mesa, vôlei sentado e xadrez.

A maior delegação foi Cascavel, com 237 integrantes, entre atletas, técnicos e dirigentes. Seguida de Curitiba, com 217 participantes, e Maringá, com 189 pessoas. A capital paranaense é a maior vencedora de todas as edições da competição desde que foi criada em 2012.

E o Boqueirão contribuiu para manter Curitiba no topo da competição. “Os clubes que têm sua sede náutica na raia do Parque Náutico do Iguaçu tiveram expressiva representação no Parajaps e excelente colocação, por meio de seus atletas e dirigentes moradores na região do Boqueirão, Alto Boqueirão, Sítio Cercado, Xaxim e Hauer”, conta a atleta Leila Silva, campeã brasileira de Canoagem Maratona Máster em 2018 e coordenadora da paracanoagem no Clube de Canoagem São José dos Pinhais.

Prova disto é o Clube de Canoagem São José dos Pinhais (CCSJP) – pentacampeão paranaense na modalidade – que garantiu nesta competição o 3º lugar geral com os atletas Raphael Santos e Carlos Leal.

Já o clube União dos Remadores Veteranos de Curitiba (URVEC), apoiado pela Radar DV Curitiba, foi representado por Wairon Andrade Hill – atleta guia dos deficientes visuais – Alateia Mattos Pereira e Oziel Vidal. Ela conquistou ouro nos 1.500 metros e prata nos 800 metros e Oziel ouro nos 800 metros, 1.500 metros e 5.000 metros

O Clube CRC-Curitiba também garantiu suas medalhas. Coube ao atleta Sérgio Ferreira conquistar o ouro na VL3 200 metros e a prata no Kaiak KL2 200 metros, além do vice-campeonato da modalidade.

O próximo desafio dos atletas do Parque Náutico, no Boqueirão, já tem data marcada para acontecer. Será no dia 28 de agosto durante o Campeonato Brasileiro de Canoagem e Paracanoagem no Distrito Federal (DF).

Parque Náutico: uma fábrica de fazer campeões

Não é de hoje que os atletas e paratletas que treinam no Parque Náutico do Iguaçu são destaque nas competições. Os títulos mais expressivos da história do paradesporto saíram do CCSJP, mesmo clube que já formou dois campeões mundiais na paracanoagem, José Agmarino de Jesus Coelho, o  Zecão (in memorian) e Nayara  Falcão.