Sempre alerta: Grupo Escoteiro Pindorama completa 35 anos de serviços prestados a comunidade

Mais de 800 crianças e jovens passaram pelo grupo; data será celebrada com jantar comemorativo em agosto

IMG-20190224-WA0029

Terra ou região das Palmeiras, esse é o significado para Pindorama, nome do Grupo de Escoteiro que completa neste ano três décadas e meia de serviços à comunidade. A iniciativa de Helena Maria de Oliveira, integrante da Associação de Pais e Mestres e de Silvia do Amaral Lopes, na ocasião diretora da Escola Estadual Isolda Schmid, que foi sede temporária do grupo, saiu do papel em 25 de fevereiro de 1984.

O objetivo era proporcionar aos jovens da região a participação em um movimento educacional que promovesse o desenvolvimento pessoal e da liderança por meio de atividades variadas, incentivando as crianças e adolescentes a assumirem seu próprio desenvolvimento e a se envolverem com a comunidade. “O escotismo acredita que por meio da proatividade e da preocupação com o próximo e com o meio ambiente, podemos formar jovens engajados em construir um mundo melhor, mais justo e mais fraterno”, conta Douglas Alonso Marchini, atual diretor presidente do grupo.

E a ideia deu cresceu. Em 1991, sete anos após a fundação, o Grupo de Escoteiro Pindorama ganhava um novo espaço – ponto de encontro até hoje – no Bosque Reinhard Maack, no Hauer. O local foi cedido pela Prefeitura de Curitiba e a sede construída com a colaboração dos pais dos escoteiros e com a angariação de recursos por meio de jantares dançantes.

Passados 35 anos, o Grupo de Escoteiro Pindorama tem do que se orgulhar, afinal mais de 800 crianças e jovens de todas as idades foram impactados diretamente pelas ações do escotismo, além dos beneficiados indiretamente pelas atividades. “Nosso foco principal é o desenvolvimento do jovem, que ele aprenda a ter autonomia para levar para a vida toda. Com disciplina, inclusão e convívio em grupo”, explica.

Atualmente o grupo conta com duas Alcateias de Lobinhos (crianças de 6,5 a 10 anos); duas Tropas Escoteiras (jovens de 11 a 14 anos), uma Tropa Sênior (adolescentes de 15 a 17 anos) e um Clã de Pioneiros (pessoas de 18 a 21 anos). “De acordo com a ordem de classificação somos considerados um grupo escoteiro de porte grande pela quantidade de membros registrados na União dos Escoteiros do Brasil, atualmente contamos com 105 jovens e 31 adultos”, destaca.

Jantar de celebração

Para comemorar a data, os escoteiros do Pindorama estão organizando um jantar dançante que deve reunir 300 pessoas. O evento acontecerá no dia 24 de agosto, às 20 horas, no Clube dos Oficiais da Polícia Militar. Os ingressos custam R$ 45 e podem ser adquiridos aos sábados na sede do grupo, no Bosque Reinhard Maack, das 13h às 18h.

Sobre o Movimento Escoteiro

Com mais de 40 milhões de membros e presente em 223 países e territórios em todo o mundo, Organização Mundial do Movimento Escoteiro (OMME) é uma organização independente, apolítica e não-governamental.

Fundado em 1907 pelo General Robert Baden-Powell, na Inglaterra, Powell aproveitou os os elementos positivos de fomento à camaradagem, iniciativa, coragem e autodisciplina, bem como técnicas que seriam úteis no desenvolvimento dos jovens para criar um movimento educacional, sem pretender trazer a rigidez militar.

Os jovens são divididos conforme sua faixa etária para que o Programa Educativo possa ser trabalhado em todas as áreas de desenvolvimento (físico, intelectual, social, afetivo, espiritual e de caráter) com base nas características individuais de cada fase. O Programa Educativo ainda se preocupa em estar inserido no cotidiano dos jovens, de acordo com suas necessidades de crescimento e do meio onde os jovens se desenvolvem, se adaptando a diferentes realidades e respeitando sua autonomia.


Grupo de Escoteiro Pindorama

Bosque Reinhard Maack

End.: Rua Waldemar Kost, s/n. Hauer. Curitiba-PR
Tel.: (41) 9 9972-6047 | Douglas
Facebook: Grupo-Escoteiro-Pindorama